Envie um Whatsapp
Ligue Agora

Com a amplificação de temas relacionados à nutrição, cada vez mais ouvimos falar em novidades que envolvem a extração ou uso de substâncias naturais para proporcionar efeitos medicinais no organismo, no texto vou explorar um pouco mais sobre os nutracêuticos.

Nutracêuticos – Mas afinal o que é isso?

O termo que intuitivamente remete à Nutrientes e Farmacêutico vai um pouco além disso em sua composição, é considerado um nutracêutico um suplemento alimentar que contém em sua fórmula compostos bioativos alimentares, que de forma concentrada tem como principal objetivo melhorar a saúde.
Geralmente disponíveis em forma de cápsulas, comprimidos ou alguma outra composição medicamentosa, o nutracêutico difere-se do Alimento Funcional, esse possui a forma de alimento e pode fazer parte de uma dieta para prevenir doenças e manter uma vida saudável.

Quais os cuidados antes de consumir Nutracêuticos?

Aqui os cuidados são parecidos com os que devemos tomar ao consumir medicamentos, se para algum medicamento precisamos de prescrição médica, com os nutracêuticos o ideal é consultar um profissional de nutrição.
A indicação de um nutracêutico, podendo ser uma vitamina concentrada para suprir carência no organismo ou algum suplemento para repor nutrientes em uma rotina de exercícios, geralmente é feita como parte de uma dieta, por isso a importância de consultar um nutricionista antes de iniciar o uso de nutracêuticos.

Existem riscos no uso de Nutracêuticos?

Aqui não é possível generalizar os riscos, pois quando falamos em nutracêuticos estamos abrangendo uma série de bioativos alimentares concentrados que podem sim causar danos quando usados indevidamente. Vale ressaltar que qualquer excesso é prejudicial, por isso a importância da periodicidade na consulta ao nutricionista e buscar o equilíbrio entre a alimentação do dia-a-dia com a suplementação com nutracêuticos quando recomendada.

O que se esperar sobre o tema para os próximos anos?

O estudo sobre nutracêuticos são recentes pela comunidade científica, pois existe uma quantidade muito grande de componentes fitoquímicos presentes nos alimentos que precisam ser estudados, comprovando o real efeito desses componentes na prevenção e tratamento de doenças. Atualmente o tema é mais explorado pelo marketing e devemos sempre ficar atentos às promessas milagrosas encapsuladas.

Espero que tenha gostado do texto, sinta-se à vontade para compartilhar com amigos 🙂

Fábio Saito

Cirurgião Plástico com formação pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Sócio Diretor da Essere Clínica Médica, apreciador de um bom café e de bons momentos da vida. No Insta você pode mandar DM no @fabiosaitocirurgiaplastica