Envie um Whatsapp
Ligue Agora

O nariz é um elemento fundamental da harmonia da nosso rosto, muitas vezes pequenas alterações na sua forma, como uma pequena giba, ou a ponta discretamente caída podem gerar insatisfação, ou refletir um aspecto da personalidade que não nos representa. Para corrigir a aparência do nariz muitas pessoas recorrem à cirurgia plástica, chamada de rinoplastia.

As Possibilidades na Rinoplastia

Existem inúmeras possibilidades com o método. É possível, por exemplo, aumentar ou diminuir o nariz, dar projeção à ponta, corrigir a assimetria ou desvio nasal, afinar as asas nasais, definir a ponta nasal ou ainda diminuir a giba óssea (aquele ossinho que incomoda muita gente).

O surgimento da Rinoplastia na Reconstrução Nasal

A prática vem desde a antiguidade, com os casos de reconstrução nasal, descritos na Índia, e traduzidos por volta do século VI – a rinoplastia estética estima-se que tenha sido desenvolvida no fim do século 19.
Hoje, a técnica foi aprimorada com o amplo conhecimento da fisiologia e da anatomia nasal.
Existem dois acessos mais comuns de rinoplastia: a aberta e a fechada (dependendo do tipo de cicatriz). A técnica varia dependendo do modelo do nariz, do objetivo da cirurgia e da avaliação do cirurgião.

Rinoplastia Aberta

Na rinoplastia aberta é feita uma pequena incisão através da columela – faixa estreita de tecido que separa as narinas. Através desta incisão, os tecidos que cobrem o nariz são cuidadosamente levantados, permitindo o acesso para remodelar a estrutura do nariz. É uma solução indicada, por exemplo, nos casos de grandes alterações na ponta do nariz – já que é possível esculpi-lo com uma maior liberdade.

Rinoplastia Fechada

Na rinoplastia fechada há incisões apenas dentro das narinas, sem erguer a pele do nariz. Neste caso há algumas vantagens, como o procedimento ser um pouco mais ágil, e não haver cicatrizes externas.

Pós Operatório na Rinoplastia

Em ambos os casos o pós-operatório normalmente é sem dor, e quando ela aparece é facilmente solucionada com uso de analgésicos. A formação de hematomas é comum e a absorção completa se dá em cerca de 20 dias. Uma espécie de gesso e tampão internos dão sustentação ao nariz à medida em que a cirurgia começa a cicatrizar por aproximadamente uma semana.

Enquanto o inchaço inicial diminui dentro de algumas semanas, pode levar até um ano para o novo contorno nasal ser redefinido completamente. Durante este período, o inchaço pode aparecer e desaparecer e ser um pouco maior pela manhã. Muitas vezes a cirurgia é associada ainda a outros procedimentos nasais como a correção de septo e a turbinectomia (retirada da popularmente chamada “carne esponjosa”).

O que devo considerar antes de optar pela Rinoplastia?

É importante ressaltar que cada um de nós tem uma genética própria, com isso, não é possível escolher um nariz que se pretende ter (por exemplo, baseado em um ator ou atriz).
O ideal é corrigir e aperfeiçoar o seu nariz para torná-lo mais harmônico com o rosto e ajudá-lo a ter uma aparência melhor.

Fábio Saito

Cirurgião Plástico com formação pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Sócio Diretor da Essere Clínica Médica, apreciador de um bom café e de bons momentos da vida. No Insta você pode mandar DM no @fabiosaitocirurgiaplastica