Envie um Whatsapp
Ligue Agora

Hiperidrose é alteração da pele caracterizada pelo aumento excessivo de sudorese, associado ou não à presença de odor (bromidrose). Acomete qualquer região do corpo, sendo as axilas, palmas e plantas os locais mais comumente afetados. Pode afetar até 1% da população. Não é doença grave, mas pode comprometer a qualidade de vida dos pacientes acometidos, interferindo no convívio social e atividades profissionais dos mesmos.

A alteração pode ocorrer sem causa determinada (primária) ou devido a efeito de outros fatores (secundárias), como medicações e doenças sistêmicas, entre outras.

O tratamento deve ser discutido entre o paciente e o médico dermatologista para que a melhor opção de cada caso seja escolhida, pois ele varia de acordo com o quadro clínico apresentado pelo paciente. Dentre os tratamentos disponíveis para hiperidrose, visando diminuir a transpiração, temos: medicações tópicas, iontoforese, toxina botulínica e cirurgia, nos casos mais graves

mais aqui.

Fábio Saito

Cirurgião Plástico com formação pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Sócio Diretor da Essere Clínica Médica, apreciador de um bom café e de bons momentos da vida. No Insta você pode mandar DM no @fabiosaitocirurgiaplastica