Envie um Whatsapp
Ligue Agora
ultrassom-microfocado-e-o-potencial-rejuvenescedor

Você sabe o que é o Ultrassom Microfocado?

O avanço tecnológico da medicina dentro dos minimamente invasivo nos possibilitou diferentes abordagem para melhorar a saúde e beleza da pele. Uma das inovações é a tecnologia ultrassom microfocado.

O tratamento tem como objetivo promover o efeito lifting para a pele sem demandar cortes ou intervenção cirúrgica, além de produzir resultados satisfatórios em uma única sessão.

Como é realizado o Tratamento com Ultrassom Microfocado?

O Ultrassom Microfocado atua por meio de ondas de calor até nas camadas mais profundas da pele sem afetar a região ao redor. Ou seja, é super seguro. É indicado em casos de flacidez leve a moderada.

Para quem é Indicado?

O procedimento pode ser recomendado para pacientes que possuem sinais do envelhecimento perceptíveis que estão ligados a flacidez da pele. Geralmente é indicado para pessoas que já passaram dos 30 anos, a idade que ocorre a queda da produção do colágeno e, por conta disso. as chances de flacidez de pele aumentam.

Em quais Regiões Podemos Realizar o Ultrassom Microfocado?

Um dos pontos interessantes sobre o tratamento é que ele permite a abordagem tanto na face, quanto no corpo, sendo versátil. O UMF atua reduzindo a flacidez de leve a moderada em regiões como:

  • Face (papada, região das pálpebras, contorno facial e atua na redução de sinais do envelhecimento, como rugas)
  • Abdômen
  • Coxas
  • Braços
  • Quadris

Como é o Pós Procedimento?

É normal que o paciente repare em vermelhidão no local da aplicação, além de um inchaço quase imperceptível. Esses sinais tendem a permanecer apenas nos primeiros dias. Caso note outros sintomas, é necessário que o paciente converse com o médico para entender o que está acontecendo.

É válido ressaltar que, assim como outros procedimentos, é imprescindível passar por avaliação com especialista para que o melhor tratamento seja indicado para o caso. Sempre busque por um cirurgião registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Rose Gonçalves

Leave a Comment